Reeducação Alimentar

      No Comments on Reeducação Alimentar

Você sabe o que é reeducação alimentar? Vamos descobrir.

Atualmente, diversas pessoas encontram dificuldades para conseguir manter uma boa alimentação. Por estes motivos, apostam em novos hábitos de vida que possam facilitar uma dieta saudável.

E um dos métodos que impulsionam bons hábitos culinários é a busca pela reeducação alimentar.

O que é reeducação alimentar?

reeducação alimentarA reeducação alimentar consiste principalmente nas mudanças de hábitos associados à nutrição. Essas mudanças têm como foco adotar bons hábitos alimentares, principalmente à base de uma dieta que agregue valores nutritivos para o organismo.

Quando o indivíduo adota melhores hábitos alimentares, ele vai condicionando seu organismo a rejeitar uma alimentação pobre em nutrientes.

Além disso, com uma reeducação alimentar, é possível prevenir o corpo de diversas doenças que podem prejudicar o organismo significativamente.

Podemos dizer então que a reeducação alimentar é uma mudança de hábito progressiva. Entretanto, é muito importante que a pessoa saiba que ela não acontece da noite para o dia. É preciso ter paciência e dedicação.

Para uma boa reeducação alimentar, a recomendação é buscar orientação profissional

Portanto, a dica para alcançar esse objetivo é fazer um passo a passo. E todas essas etapas devem ter um acompanhamento de um profissional da nutrição.

O nutricionista poderá guiar o indivíduo a uma alimentação regrada para que o organismo possa se adaptar às mudanças e elas sejam concretas em sua nova rotina.

Além dessa, que é recomendação mais importante, existem outras recomendações fundamentais para conseguir alcançar um excelente nível de reeducação alimentar:

  1. Alimentar-se a cada três horas

Para uma reeducação alimentar, é fundamental que se faça pelo menos 6 pequenas refeições diárias a cada 3 horas. Com isso, será possível manter uma disciplina alimentar necessária para reeducar os hábitos alimentares. A divisão das refeições consistirá em:

  • Café da manhã;
  • Lanche da manhã;
  • Almoço;
  • Lanche da tarde;
  • Janta;
  • Ceia ou lanche da noite;

Lembrando que o café da manhã deve ser reforçado, e o lanche da noite deve ser leve.

  1. Eliminar alimentos pobres em nutrientes

Faça opção por alimentos nutritivos, como verduras, hortaliças, tubérculos, frutas, grãos integrais, carnes vermelhas ou brancas (assadas ou grelhadas), água, chás naturais e vitaminas detox de frutas.

  1. Comer devagar

Além desses quesitos básicos, é importante se alimentar de maneira lenta. Isto é: mastigar a comida o número de vezes suficiente (acima de 32 mastigadas) e ter um bom intervalo entre uma porção e outra na colher ou no garfo.

  1. Evitar beber líquidos durante as refeições

Eles podem desacelerar a digestão e, com isso, aumentar o nível de gorduras acumuladas no organismo.

  1. Não fazer dietas restritivas

Nosso corpo precisa de um bom nível de calorias para manter a energia. Por isso, é importante não fazer dietas muito restritivas. Siga as recomendações do nutricionistas para uma dieta adequada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *